CRENTES COM ENXÚNDIAS NAS ILHARGAS



“Porquanto cobriu o rosto com a sua gordura e criou enxúndias nas ilhargas.”
( Jó 15:27 )

Ao intrigar-me com estas duas palavras recorri primeiramente ao dicionário para saber o significado de ambas e depois ao Espírito Santo para entender qual a lição espiritual poderíamos tirar delas.
Segundo o dicionário enxúndia é gordura ou banha das aves e de porco, enxundiar é engordar, cevar... Por outro lado ilharga é cada uma das partes laterais e inferiores do baixo ventre. Ou seja, “enxúndias nas ilhargas” são aquelas “gordurinhas” indesejadas que tiram a nossa elegância e atrapalham a nossa saúde.
Lembro-me que no ano de 1985 quando ingressei no Corpo de Fuzileiros Navais, com as corridas e demais exercícios diários, pesava 65 quilos e quando caminhava sentia vontade de correr, pois tal era a disposição física. Hoje com 20 quilos a mais e 2 hérnias de disco e algumas enxúndias nas ilhargas, quando tento correr, penso em parar, tal é a indisposição física.
O que será que fazemos, ou deixamos de fazer ao logo da vida para adquirimos essas enxúndias nas ilhargas? RESPOSTA: Um churrasquinho aqui, uma feijoada ali, uma ceia de natal hoje, uma ceia de ano novo na outra semana, um salgadinho aqui e um pastel de queijo acolá, um pudim hoje e um pavê amanhã... e vou parar a relação para não ser conhecido como acusador de consciências!!!. Mas, em suma, as enxúndias nas ilhargas são contraídas ao logo da nossa existência em função da nossa má alimentação, aliada ao nosso sedentarismo.
O que será que fazemos, ou deixamos de fazer ao longo da nossa vida espiritual para adquirirmos essas enxúndias nas ilhargas? RESPOSTA: Uma murmuração aqui, uma mentirinha ali, uma novelinha à noite hoje e amanhã à tarde “vale a pena ver de novo”, uma piadinha aqui, uma olhadinha acolá, uma fofoca hoje, uma calúnia amanhã... e vou parar a relação para não ser conhecido como acusador de consciências!!! De novo! Mas, em suma, as enxúndias nas ilhargas são contraídas ao longo da nossa caminhada cristã, em função da nossa má alimentação espiritual aliada ao nosso sedentarismo missionário.
As enxúndias nas ilhargas explicam a indisposição de muitos crentes para o evangelismo, para a contribuição com o carnê missionário, para a participação nos cultos nos dias de chuva. Ele até pensa em correr, mas as enxúndias nas ilhargas, mal lhe permitem caminhar.
Não existe fórmula secreta para emagrecer, o que existe são propagandas enganosas para vender produtos falsos. Semelhantemente, na vida espiritual não existem fórmulas secretas para perder as enxúndias nas ilhargas do dia pra noite, o que existem são falsos pregadores e obreiros fraudulentos vendendo uma falsa prosperidade espiritual. Alguns falsos cirurgiões têm feito algumas cirurgias e deformado pessoas inocentes. Da mesma forma, muitos pregadores inescrupulosos têm deformado espiritualmente pessoas mal informadas.
O Apóstolo Paulo traz uma receita para perdermos as enxúndias nas ilhargas, “Mas rejeita as fábulas profanas e de velhas e exercita-te a ti mesmo em piedade Porque o exercício corporal para pouco aproveita, mas a piedade para tudo é proveitosa, tendo a promessa da vida presente e da que há de vir.” (1 Tm 4:7,8). Peça uma dieta ao Espírito Santo e Ele provavelmente vai lhe recomendar abstinência das concupiscências dos olhos, um pouco mais de oração e leitura da Palavra, acompanhados da comunhão dos santos.
Exercita-te durante o ano de 2009 nos cultos de doutrina, na Escola Dominical, nos trabalhos de evangelismo, nas caravanas missionárias etc.
Saia desse marasmo espiritual e deixe o Doutor Jesus fazer uma “lipoaspiração espiritual” para que voltes ao primeiro amor e tu sejas um verdadeiro atleta e bom soldado de Cristo.
Desejo em semana de exercícios piedosos e dietas espirituais.

“E todo aquele que luta de tudo se abstém; eles o fazem para alcançar uma coroa corruptível, nós, porém, uma incorruptível” (1 Co 9:25)

Pr João Neres
2ºVice-Presidente da ADAV

Comentários

Anônimo disse…
Achei muito interessante esta postagem, e a aplicação muito coerente.
Deus continue te abençoando, Pastor.
evricardoduartedossantos.blogspot.com
helen disse…
Nos faz refletir muito...
GLAUKO SANTOS disse…
Caro irmão e companheiro em Cristo, Pastor João Neres:
Paz do Senhor.
Muito interessante e informativo a postagem. Um excelente trabalho literário que espelha boa medida de dedicação. PbGS - Pb. Glauko Santos - Kerigmatikos ou Didatikos - http://glaukosantos.blogspot.com
Caro Pastor João Neres,
A paz de Cristo!
Que Deus continue lhe abençoando ricamente, pois essa explicação, além de muito clara, pela simplicidade nas palavras, são muito práticas , pelos exemplos.
Deus seja louvado pela tua vida, e que Ele continue abençoando a ti e a tua casa, em nome de Jesus! Amém.
Ev Perez
Igreja de Cristo no Brasil - ICB
evperez_ic@hotmail.com e cleobaldoap@policiamilitar.sp.gov.br
Unknown disse…
Amei!
Foi bem claro e coerente!

Postagens mais visitadas deste blog

Três recomendações acerca dos pastores

FARISEUS DE ONTEM E DE HOJE, Do Sinédrio à CGADB